Notícias

Voltar

Nutricionista da Humana Saúde destaca alimentos para fortalecer imunidade

Mas, em tempos de coronavírus, é preciso lembrar que manter a imunidade alta não vai impedir o contágio. O que vai preveni-lo é a adoção das medidas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).     

26/03/2020 11:23:00
Imagem: iStock.

Manter o sistema imunológico forte é uma das medidas mais eficazes no combate e prevenção de doenças. Isso se consegue com uma alimentação balanceada e hábitos de vida saudáveis, como a prática de atividade física, mesmo em casa, e um sono regular.

Mas, em tempos de coronavírus, é preciso lembrar que manter a imunidade alta não vai impedir o contágio. O que vai preveni-lo é a adoção das medidas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), tais como o isolamento social, a higiene correta e frequente das mãos com água e sabão, o uso de álcool gel 70%, a limpeza das superfícies e o uso de máscara, quando necessário.       

“Ter uma imunidade fortalecida é de extrema importância para combater todos os tipos de doenças. Isso não quer dizer estar imune ao coronovírus, mas uma boa imunidade pode ajudar a evitar sintomas mais graves do vírus, com uma melhor resposta do organismo, o que leva a uma recuperação mais rápida”, afirma a nutricionista Layane Carine, do Programa Saber Viver da Humana Saúde.

Ainda segundo ela, uma das formas de reforçar a imunidade é por meio de uma boa alimentação a longo prazo. “É importante consumir alimentos variados, com o objetivo de obter os nutrientes necessário para as células do sistema imunológico”, frisa.

Entre os nutrientes que têm um papel fundamental na modulação do sistema imune, alguns se destacam.

Confira lista com alguns alimentos que trazem esses componentes:

VITAMINA C: presente em frutas cítricas como kiwi, laranja, acerola, limão;

VITAMINA A: presente em frutas e vegetais alaranjados como abóbora, mamão, manga;

VITAMINA E: é uma vitamina lipossolúvel e, por isso, se encontra em alimentos com gorduras como castanhas, amendoim, abacate;

ZINCO: mineral presente em castanhas, feijão;

FERRO: presente nas carnes e nas leguminosas e vegetais verdes escuros;

ÔMEGA 3: presente em peixes como salmão, sardinha e nas sementes de chia e linhaça;

POTÁSSIO: está presente na água de coco que é uma fonte de vitaminas e é muito boa para o reforço da imunidade, principalmente, em idosos, justamente, por eles não absorvem tão bem os nutrientes.

O que se deve evitar

A nutricionista destaca ainda que mesmo com o isolamento social, as pessoas não devem abusar de biscoitos, petiscos e embutidos. “Evite comer somente alimentos de baixo valor nutricional e muito calóricos, procure elaborar um cardápio diário que inclua um pouco dos nutrientes da lista acima. Com essa medida, seu sistema imunológico vai se fortalecer”, destacou Layane.

Catarina Santiago

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Nossos Programas