Notícias

Voltar

Alimentação ajuda no bom funcionamento da tireoide, afirma especialista da Humana

Nutricionista esclarece que certos alimentos reduzem sintomas das disfunções associadas à glândula.

24/05/2019 14:40:00 - Postado há 25 dias
Dia Internacional da Tireoide serve como alerta para os riscos de disfunções na tireoide.

O Dia Internacional da Tireoide é celebrado amanhã, dia 25 de maio, e serve de alerta para as pessoas que sofrem com disfunções na glândula e desconhecem os seus sintomas. A data também contribui para informar melhor a população sobre os  cuidados e tratamentos disponíveis. A nutricionista da Humana Saúde Layane Carine destaca a importância dos alimentos para o bom funcionamento da tireoide.

Segundo a especialista, uma dieta balanceada é a chave para a promoção da saúde em geral, mas, além disso, pode evitar o aparecimento de certas doenças e ajudar com os sintomas. Ela afirma que consumir alimentos contendo micronutrientes como iodo, ferro selênio e zinco, pode ser um diferencial nos problemas com a tireoide.

De acordo ainda com Layane, a indicação da quantidade e frequência do consumo desses nutrientes deve ser individual, portanto, ter uma avaliação profissional é o indicado. “Todos esses alimentos devem estar em equilíbrio dentro de uma alimentação e hábitos de vida saudáveis”, destacou.

“A dieta atua de duas formas: auxiliando no bom funcionamento da glândula e reduzindo ou tratando os sintomas decorrentes dos transtornos associados a ela. Serve, por exemplo, para reduzir a disbiose (desequilíbrio na microbiota intestinal) e a sobrecarga de toxinas (agrotóxicos, metais pesados, aditivos químicos). Também ajuda na redução de inflamações e estresse crônico”, frisou a nutricionista. 

Nutrientes e alimentos recomendados para a tireoide: 

FERRO, SELÊNIO, IODO, ZINCO: são essenciais para produção e conversão dos hormônios em sua forma ativa. Podem ser encontrados, na carne vermelha, feijões,  folhas verdes escuras e ainda em sementes de abóbora e gema de ovo, assim como castanha de caju, frango e peixe;

VITAMINAS D: a falta de vitamina D contribui para o aumento do risco em desenvolver hipotireoidismo e piora quadros de doenças autoimune. A principal fonte dessa vitamina acontece por meio da radiação solar, mas alguns alimentos como peixes gordos também são fonte; 

FIBRAS: essenciais para um bom funcionamento intestinal, correção da disbiose e consequentemente melhor absorção dos nutrientes. São encontradas nas leguminosas, nos grãos, pães e biscoitos integrais. 

 Catarina Santiago

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Nossos Programas