Notícias

Voltar

Acabou o Carnaval, será que é hora de começar um detox? Não é bem assim...

Vamos conferir se essa é a melhor opção.

27/02/2020 10:20:00
Imagem: iStock

O Carnaval é uma festa muito esperada por nós, brasileiros. Muita gente aproveita esse feriado para sair num bloquinho, pular atrás de um trio elétrico, desfilar na avenida ou curtir uma praia. Com essa animação toda é comum e normal dormir pouco, exagerar na bebida, comer demais ou de menos. Você pode estar sentindo os efeitos desses excessos: cansaço, ressaca, inchaço. É nesse momento que muita gente resolve começar um detox. Vamos conferir se essa é a melhor opção?

O que é detox?

Detox significa desintoxicação, em inglês. Esse termo está geralmente associado a dietas popularmente divulgadas pela internet, em blogs e revistas de boa forma. Geralmente, indica-se fazer as dietas detox em curto prazo, geralmente três, sete ou mais dias. Essa dieta pode ter alimentos in natura, o que inclui vegetais, como abacaxi, couve, gengibre, limão, geralmente servidos na forma de sucos detox. Esses alimentos apresentam antioxidantes, fibras e compostos bioativos que trazem benefícios para o nosso corpo, mas estão longe de promover uma "purificação" no nosso organismo.

Essa ideia de desintoxicar o corpo remonta a milhares de anos e parece acompanhar a humanidade ao longo dos períodos históricos. Na Antiguidade e em culturas tradicionais haviam rituais de limpeza e purificação, e mesmo no século 19 e início do século 20 as pessoas faziam sangrias e jejuns, métodos inclusive prescritos pelos médicos.

Parece que o desejo de se livrar das toxinas do corpo foi e continua sendo atraente. No entanto, sou a favor de uma nutrição com ciência e consciência e preciso alertar que essa prática não se apoia em evidências científicas. Por isso, vou mostrar porque você não precisa fazer um detox.

Seu corpo é responsável por remover as toxinas do corpo

Após uma festividade como o Carnaval, ou qualquer outro momento em que saímos da rotina, o que menos precisamos é de uma dieta restritiva, como a detox. Essa estratégia promete eliminar toxinas do nosso organismo e promover perda de peso, mas não é bem isso que acontece.

Em primeiro lugar, cabe lembrar que o termo "desintoxicação", em contextos clínicos, refere-se a um processo médico que livra o corpo de álcool, drogas ou venenos. Esse tratamento é oferecido em hospital e clínicas sob o cuidado de profissionais capacitados, envolvendo o uso de medicamentos e outras terapias.

Já as dietas detox afirmam eliminar as toxinas às quais estamos expostos no processo de atividades normais do organismo. Realmente, produtos químicos podem ser ingeridos através dos alimentos, da água e do ar e o próprio corpo produz toxinas e radicais livres.

No entanto, nesses casos, o corpo se responsabiliza por remover essas substâncias, sem necessitar de ajuda de dieta ou sucos. Nosso organismo tem mecanismos altamente sofisticados para desempenhar essa função. O fígado é um dos principais órgãos responsáveis pela eliminação de substâncias indesejáveis que ocorrem como resultado de funções normais do corpo (por exemplo, a digestão), ou de toxinas externas, como drogas, álcool ou produtos químicos, mas outros órgãos também participam desse processo: os rins (filtrando o sangue e excretando o que não é desejável na urina), o sistema gastrointestinal (excretando os resíduos restantes), a pele (através da transpiração) e os pulmões (pelas trocas gasosas).

Detox não promove perda de peso com saúde

Além de não proporcionar uma desintoxicação do corpo, uma vez que temos órgãos, tecidos e células para isso, a dieta detox também não proporciona perda de peso, como promete. Como essa dieta faz uso da restrição alimentar, ela pode até gerar uma rápida perda de peso inicialmente, o que não é um bom sinal. Essa rapidez na verdade provoca um susto no organismo e o corpo logo sente os efeitos da privação que serão mais severos quanto mais adotamos essas práticas restritivas. Dessa forma, ficamos famintos, com mais desejo por comida e é provável que com o tempo você ganhe ainda mais peso, pois com a restrição o nosso metabolismo pode diminuir.

A dieta detox pode até conter alimentos in natura que fazem bem para a saúde, como os sucos sobre os quais falei no início. Você pode gostar do sabor desses alimentos e consumi-los com prazer, para refrescar-se e nutrir-se. No entanto, recebo no meu consultório muita gente que se sente obrigada a consumir determinados alimentos apenas porque eles apresentam nutrientes benéficos. Claro que comemos para nutrir o nosso corpo, mas é possível e importante que essa nutrição aconteça sem desconsiderar a satisfação, por isso é importante comer com prazer e sem culpa.

De qualquer modo, os sucos ou dietas detox estão muito longe de nos proporcionar perda de peso de forma saudável ou purificação do corpo. Se você exagerou no Carnaval tenho 5 dicas para colocar em prática e se sentir melhor.

Esqueça as fórmulas mágicas

1. Ouça o seu corpo. Em vez de privar-se dos alimentos e aderir a uma dieta restritiva, o melhor é ouvir o próprio corpo. O que quero dizer com isso? O corpo nos manda mensagens, nos diz quando tem fome, quando está saciado, quando está precisando de determinados nutrientes, quando está pronto para exercitar-se ou quando precisa descansar. É comum, após um período de excessos, sentir muita sede ou fome, essa pode ser uma forma do corpo nos informar que precisa de hidratação e energia.

2.Volte à sua rotina. Tenha horários regulares para se alimentar e coma comida fresca e caseira, assim, naturalmente, seu corpo voltará a sentir-se como antes.

3 Aprenda a lidar com os excessos. Muita gente, sabendo que uma festa se aproxima acaba comendo menos nos dias que a antecedem para se esbaldar e posteriormente restringem novamente a alimentação. Na verdade, é importante estar bem alimentado antes das festas, como também depois. Durante o melhor a se fazer é aproveitar o momento, sem neuras, comendo e bebendo até o momento em que seu corpo estiver saciado e a bebida estiver não estiver te fazendo mal.

4. Hidrate-se. É importante repor os líquidos perdidos no Carnaval. Beba bastante água.
Coma com prazer e sem culpa. Essa é minha dica final que vai te ajudar a saborear os alimentos e a comer com moderação.

5. Coma com prazer e sem culpa. Essa é minha dica final que vai te ajudar a saborear os alimentos e a comer com moderação.

Fonte: UOL
Edição: C.S. 

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Nossos Programas