Notícias

Voltar

Estudo descobre que estar de bom humor aumenta imunidade contra a gripe

De acordo com a análise, estar de bom humor no dia em que se é vacinado aumenta o efeito protetor da imunização

28/09/2017 14:06:00

Para muitos isso pode parecer isso impossível, mas gripe não precisa atrapalhar o seu dia-a-dia, basta você ser feliz. Uma nova pesquisa realizada por uma equipe de especialistas em saúde da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, encontrou evidências de que estar de bom humor em dias de gripe pode aumentar seu efeito protetor.

O estudo, publicado na revista cientifica "Brain, Behavior and Immunity", é o primeiro a examinar vários fatores psicológicos e comportamentais que demonstraram afetar o quão bem as vacinas funcionam. Os pesquisadores buscaram entender qual fator, ou combinação de fatores, tem o maior impacto na capacidade de vacinações para proteger contra doenças.

Para análise, a equipe estudou a eficácia da vacinas contra a gripe em um grupo de 138 idosos, avaliando o humor positivo e negativo, atividade física, dieta e rotinas de sono durante um período de seis semanas. Então, os pesquisadores questionaram as pessoas sobre o quão feliz eles estavam nas seis semanas em torno de sua injeção e no próprio dia. Em seguida, eles mediram o nível de anticorpos desenvolvidos pelo sistema imunitário dos participantes, em um período de 4 semanas e 16 semanas após a vacinação.

Os resultados mostraram que de todos os fatores medidos, apenas o humor positivo durante a observação de 6 semanas previu o bom funcionamento da vacina - com bom humor associado a níveis mais altos de anticorpos. Os pesquisadores descobriram que estar no estado certo da mente no dia da injeção podem fazer com que o corpo produza até 14% mais anticorpos, aumentando a proteção.

"As vacinas são uma maneira incrivelmente efetiva de reduzir a probabilidade de contrair doenças infecciosas, mas o calcanhar de Aquiles é que sua capacidade de proteção contra doenças é afetada pelo funcionamento do sistema imunológico de um indivíduo", revelou o professor Kavita Vedhara, da divisão de cuidados primários da universidade.

"Sabemos há muitos anos que uma série de fatores psicológicos e comportamentais, como estresse, atividade física e dieta, influenciam o funcionamento do sistema imunológico e esses fatores também demonstraram influenciar no quão bem as vacinas protegem contra a doença", completou.

Segundo os pesquisadores, assistir a um filme de comédia ou fazer yoga são atividades que podem aumentar o humor e a resposta imune das pessoas ao mesmo tempo. Contudo, eles dizem que não está claro se essas "intervenções que melhoram o humor" podem ser trazidas pelos médicos, dado os curtos períodos de consultas de vacinação.

"Esperamos que efeitos semelhantes possam ser verdadeiros para todas as vacinas, especialmente em pessoas com sistemas imunológicos menos eficazes, como os idosos. Isso não quer dizer que o clima positivo possa ser a única maneira de promover a eficácia das vacinas ", disse o autor principal Kieran Ayling.

Fonte: Minha Vida

Edição: A.N.

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

CAPTCHA AQUI

Nossos Programas